35

visitas

Extintor ABC automotivo – Lei 2015 – Saiba mais

Publicado por

  • 10 de janeiro de 2015
Extintor ABC automotivo 2015

Extintor tipo ABC para carros. Foto: Karla Cabral/G1

ATENÇÃO: Prorrogado novamente o prazo para 1º de julho de 2015.

O extintor ABC passou a ser obrigatório em 1º de janeiro de 2015 (recentemente adiado para 1º de abril). A lei determina que os veículos só podem circular se estiverem equipados com este tipo de extintor. Caso contrário o proprietário estará sujeito a multa de R$ 127,69 mais 5 pontos na carteira.

A carga de pó do extintor ABC é indicado para sólidos, papel, madeira, tecidos, líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos. Já o antigo extintor BC era destinado somente a líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos.

Desde 2005 os carros são fabricados com o extintor de incêndio ABC, seguindo assim a Resolução 157 de 2004 do Contran.

Após alguns anos foi publicado também a Resolução 333 de 2009 do Contran, determinando que em 2015 todos os automóveis deveriam estar equipados com o extintor ABC.

Sabemos que é uma obrigação do cidadão se informar sobre novas resoluções, mas o governo ainda não compreende que divulgar por mais tempo evita problemas como a da falta de produtos no mercado. E foi exatamente o que aconteceu, todos souberam de última hora e os produtos foram esgotados dos comércios, obrigando o Denatran adiar por 90 dias.

O extintor pode ser de vários tamanhos, contanto que sigam as especificações exigidas, ficando dentro do veículo e preferencialmente sem o plástico, mas obrigatoriamente deve ser um extintor do tipo ABC.

Vale ressaltar que o novo extintor ABC é descartável e não recarregável como o antigo modelo BC. A validade do extintor ABC para automóveis é de 5 anos, mas se a pressão estiver marcando no vermelho sua substituição deve ser imediata.

Para outras dúvidas consulte um despachante, aproveite para regularizar sua documentação. É previsto que aumentem as blitz e será uma boa oportunidade para deixar tudo em ordem, principalmente para a galera dos carros customizados, que precisam legalizar as modificações para não ter o carro apreendido (rebaixado, rodas, turbo, etc). Consulte a Legalize Seu Veículo, um dos principais despachantes de São Paulo e que costuma trazer preços especiais para este mês.

Voltando ao extintor, na teoria, toda mudança que trouxer mais segurança é válida! Mas na prática lembra casos que envolvem políticos e fabricantes, onde o único objetivo é lucrar. Quem não se lembra da maleta de primeiros socorros?!

Ainda na prática, as pessoas preferem sair correndo e ligar para os bombeiros (193) ao invés de correr o risco parecido com o teste ao vivo que uma emissora de TV fez.

2 Total de comentários
0 Total de respostas a comentários
0 Seguidores destes comentários
 
Comentário com mais reações
Comentários mais quentes
novos antigos
edgar
edgar

Uma palhaçada a história neste pais. Enquanto a bateria, de corrente contínua, estiver ligada ao cabo central, as chamas vão continuar a arder. Carros europeus têm fusível junto à bateria, para isso. No Brasil, com salvas exceções, não têm. A bateria é o primeiro elemento que necessita ser desligado. Extintor combate o efeito, não a causa. Mais uma vez alguém vai ganhar muito dinheiro, como no caso dos quites médicos, lembra?! Mais uma palhaçada neste país, que acha que brasileiro só aprende, quando arde no bolso, considerando-nos burros e subdesenvolvidos. É muito triste, isto é revoltante, e uma grande palhaçada.… Ver mais