49.844

visitas

Qual melhor suspensão para carro? Fixa, Ar ou Rosca?

Publicado por

  • 11 de maio de 2014

Em uma palavra: Todas! Mas existem aquelas que são fabricadas com materiais de qualidade e outras nem tanto.

Cada tipo de suspensão pode fazer parte de um projeto diferente de customização automotiva. O que vai definir a melhor suspensão para o seu carro é a maneira como você irá utilizá-la. Por exemplo, uma preparação para corridas em autódromos é diferente de uma preparação para uso diário nas ruas.

Existem diversos tipos de suspensões especiais para carros, mas por enquanto vamos focar nas três mais populares no Brasil, a suspensão fixa, a suspensão a ar (também conhecida como pneumática) e a suspensão de rosca (também conhecida como Coilover).

Para carros que participam de corridas em terrenos específicos, a suspensão fixa pode ser uma boa solução, desenvolvida exatamente na altura e tipo de solo que o veículo enfrentará, absorvendo os impactos, dando mais estabilidade nas curvas e segurando o carro com mais segurança nas frenagens e largadas.

A suspensão de rosca pode ser utilizada para todos os terrenos, seja na rua ou nos autódromos, ela permite o ajuste da altura de forma manual para cada situação, acaba servindo também para rebaixar os carros de rua. Mas, por ser regulável ela pode ser desenvolvida no “meio termo”, o que pode agradar em alguns terrenos e outros não. O ideal é desenvolvê-la para os desafios que ela irá enfrentar, seja voltada ao conforto ou a performance.

A suspensão a ar, que vem se popularizando no Brasil, é uma das melhores opções para regulagem de altura do carro, o ajuste pode ser feito por controle remoto e permite que você suba ou desça o veículo a qualquer momento em questão de segundos. Porém, como no caso anterior, é necessário preparar os amortecedores de acordo com os terrenos que ele enfrentará. É importante saber que esses amortecedores podem se tornar o grande diferencial na questão do conforto.

Por exemplo, para quem gosta de andar rebaixado, o ideal é fabricar amortecedores com mais pressão e pouco curso, evitando assim o atrito com o solo. Isso removerá parte do conforto do veículo mas se enquadrará melhor no projeto.

Já para aquelas pessoas que preferem a suspensão a ar com o conforto original, fazer alguns cálculos e até testes em dinamômetros de amortecedores podem ajudar. A originalidade deles podem ser mantidas, mas talvez seja necessário um pequeno ajuste para compensar a pressão das bolsas, que é diferente das molas. Neste caso, não é recomendado andar rebaixado, pois, haverá mais contato do veículo com o solo.

A pergunta que muita gente se faz: Qual a durabilidade dessas suspensões?
A resposta é a seguinte: Todas são fabricadas para durar toda uma vida!

Ouvimos muitas reclamações da suspensão a ar no passado, que acabou gerando conflitos e muito humor entre pessoas que tinham “suspensão fixa VS suspensão a ar”. A história foi levada tão adiante que o título de “suspensão rebaixada” foi trocado por “suspensão fixa”, o que teoricamente não faz sentido, já que a suspensão fixa pode ser utilizada desde carro rebaixado até o famoso Bigfoot com suspensão elevada.

O conflito foi gerado por que as empresas de suspensões especiais estavam se adaptando ao novo mercado, então para evitar problemas indicavam apenas a suspensão fixa. Foi uma guerra parecida com a preparação do turbo em motores “carburados VS injeção eletrônica”. E sim! A bolsa da suspensão a ar dura muito tempo e não vai estourar se for de qualidade, caso contrário não seria utilizada no transporte coletivo e carros de luxo.

A recomendação mais importante para suspensões reguláveis é rodar na altura em que foi ajustada a cambagem e o alinhamento do veículo. No caso da suspensão a ar, pode ser necessário ajustá-los com mais frequência.

A guerrinha entre suspensão fixa e regulável já foi superada, a fabricação de suspensões especiais com qualidade está avançando e fica a critério do cliente escolher aquela que se adapta melhor a sua rotina e ao seu bolso, com tanto que seja um condutor responsável e que cuide bem do seu carro. Mas se você não entende nada do assunto procure “pegar de orelhada” os profissionais dessa área antes de comprar, explique qual sua intenção.

Vale lembrar que certas modificações podem aumentar o preço do seguro do seu carro.

Pesquise empresas de suspensões especiais no guia do AutoCustom. E para finalizar uma dica valiosa: Atualmente é possível legalizar na documentação do veículo qualquer tipo de suspensão, seja fixa ou regulável, mas com a obrigação de respeitar 10cm de altura do veículo perante o solo. Confira nossa reportagem a respeito dessa legalização de suspensões especiais clicando aqui.

Texto e imagem: AutoCustom

9 Total de comentários
4 Total de respostas a comentários
0 Seguidores destes comentários
 
Comentário com mais reações
Comentários mais quentes
novos antigos
Maiamagno

Boa noite, Tenho um polo sedan e recentemente troquei os pneus de altura 55 por 65 (mantendo a largura 195), pois viajo muito e gosto de pneus mais altos para absorver as imperfeiçoes do piso, todavia a distancia do chão aumentou e isso incomoda nas curvas acima de 120km/h e está favorecendo muito a perda da traseira com piso molhado tb sinto muito leve em retas acima de 140km/h quero abaixar algo em torno de 5 a 8 cm mas não quero perder o conforto proposto no projeto do carro. Em uma suspensão fixa é possível o ajuste da pressão… Ver mais

autocustom

Olá Magno Maia, sempre que houver rebaixamento haverá uma perda de conforto do projeto original. Pode até ser feito com o conforto original, porém, as vias brasileiras possuem muitos buracos, então terá problemas com a manutenção do item. Por isso que ao rebaixar é encurtado as hastes e aumentado um pouco a pressão, que por ventura é algo bom para velocidades e curvas. Suspensão fixa com ajuste da pressão é possível, mas é raro encontrar esse produto no mercado brasileiro. Suspensão a rosca funciona igual a fixa, porém, sempre que houver o ajuste de altura é recomendado refazer o alinhamento… Ver mais

PoliAlves

Suspensão fixa é a mesma coisa que rebaixamento?

autocustom

Olá Poliana Alves Ribeiro, não. Suspensão fixa é um tipo de suspensão. Existem 2 tipos principais de suspensões: “fixas” e “reguláveis”. Quando qualquer uma delas está rebaixada, o correto é dizer que o veículo está rebaixado e não fixa.

Paulo Araújo
Paulo Araújo

Bem legal a matéria… Fico entre a praticidade da suspensão a ar e o preço (bem mais acessível) da suspensão de rosca.

Proxtream
Proxtream

Muito bom o artigo , e que vcs continuem assim

Joao Batista
Joao Batista

Realmente existe uma certa disputa entre fixa e regulável…. eu já acho que o importante é andar baixo. :D